Franquias que faturam ainda mais no inverno: conheça duas marcas que vão bem apesar da crise, chegando a ampliar em até 30% as vendas

Blog

Restaurante especializado em comida brasileira não é um negócio sazonal. Por isso, a Água Doce – Sabores do Brasil fatura de forma homogênea o ano todo. “Porém, nos meses mais frios, o consumo de pratos e coquetéis cresce, o que faz o ticket médio ser maior e o faturamento aumentar em até 25%”, enfatiza Júlio Bertolucci, Diretor de Expansão da rede.

Nesta época, é hora de vender mais bebidas destiladas – dentre elas, as famosas cachaças, que fizeram a fama da casa – e também pratos que as pessoas evitam nos dias quentes. “Caldinhos de entrada (foto) caem bem e as pessoas comem mais, naturalmente. É aí que temos de realizar boas vendas casadas. Para isso, temos treinamento intensivo com a equipe de salão”, explica Bertolucci.

A Água Doce possui um programa chamado ATIM – Atingimento do Ticket Médio –, no qual são criados treinamentos e metas para que os garçons ampliem as vendas. As premiações são constantes. “No inverno, o programa estabelece sugestões de consumo adequadas ao clima ameno, como os próprios caldos e porções como o Mignon Suíno, por exemplo. Tudo é pensado para aproveitar cada época do ano”, finaliza o diretor.

Até o cafezinho é bem-vindo nos dias frios e o brasileiro não dispensa essa deliciosa bebida. E a Amiste Café – franqueadora especializada em locação de máquinas de café expresso e outras vending machines – aproveita dessa paixão do brasileiro para realizar bons negócios.

No inverno, o consumo dos seus produtos (foto) – que incluem o café, o cappuccino, o chocolate e inúmeras outras bebidas quentes – chega a ter o consumo ampliado em 30%. “O nosso franqueado lucra em duas frentes: na locação das máquinas e na venda de insumos para alimentá-las. O faturamento costuma se dividir em 50% na locação e 50% na venda dos insumos, mas no inverno o consumo aumenta e o percentual da venda de café e outras bebidas chega a 65% do faturamento do franqueado”, comenta Eduardo Vicente, franqueador.

A Amiste Café conta com três unidades próprias (em Londrina (PR), Campo Grande (MS) e Maringá (PR), com 14 anos de experiência) e duas franquias (em Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG)) e faturou R$ 4,5 milhões em 2015 e para 2016 a expectativa é alcançar R$ 5 milhões, considerando apenas as lojas já abertas.

Já a Água Doce possui mais de 90 restaurantes distribuídos pelo Brasil e está no mercado desde 1994.

Anúncios