Adobe é premiada durante Fórum Nacional de Educação e Inovação

Adobe

Durante a 4ª edição do Fórum Nacional de Educação e Inovação, a Adobe Systems foi uma das empresas reconhecidas pelas contribuições na área de educação, conquistando a premiação do evento na categoria Tecnologia. Durante o Fórum, importantes autoridades e especialistas em educação refletiram e debateram sobre melhorias para o setor, a fim de preparar uma sociedade mais justa e um país próspero. A 4º edição do Fórum foi uma realização do Grupo LIDE, com apoio Institucional do Instituto Ayrton Senna.

“Esse reconhecimento é fruto do trabalho focado na entrega de melhores experiências aos nossos parceiros. O setor de educação também precisa se transforma digitalmente para acompanhar o ritmo do mercado, com plataformas responsivas, com entendimento do público e uma tecnologia que impulsione o conteúdo transmitido a qualquer aluno”, afirma Fabio Sambugaro, vice-presidente de vendas da Adobe Brasil.

Uma das contribuições da Adobe no setor de educação foi a parceria com o Instituto Ayrton Senna, firmada em 2016. Por meio da solução Adobe Experience Manager (AEM), o site da organização foi totalmente reformulado e passou a atuar como um catalizador de seu principal objetivo: a causa da educação de qualidade.

O AEM da Adobe hoje proporciona ao Instituto um ambiente digital propício a fomentar conteúdos personalizados aos visitantes, sempre tendo a educação como pilar central.

 

Anúncios

ANCORD promove curso preparatório intensivo para certificação de agentes autônomos de investimento

logo-ancord

Quem pretende trabalhar no mercado financeiro e de capitais poderá agilizar seus estudos a partir do dia 23 de outubro. A ANCORD – Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias – oferecerá o curso intensivo “Preparatório para Exame de Certificação de AAI e Empregados de Instituições Financeiras”, voltado também para operadores de bolsa, consultores, investidores e universitários.

Diferentemente do curso regular, que acontece aos sábados e tem duração de quase dois meses, o curso intensivo acontecerá de 23 a 28 de outubro de 2017 (de segunda a sábado) das 9h às 19h.

O objetivo do curso é abordar conceitos macroeconômicos, modalidades operacionais e questões técnicas relacionados à atividade, além de apresentar e discutir informações importantes sobre os produtos negociados em bolsa, balcão, nos mercados financeiro e de capitais. Também serão abordados temas sobre gestão de risco e questões tributárias.

No próximo sábado, 21 de outubro, a ANCORD também oferecerá outros dois cursos, um sobre Tesouro Direto e outro sobre Fundos de Investimento e Gestão de Risco. As aulas acontecerão no auditório da associação, localizado no centro da capital paulista, no Vale do Anhangabaú, número 350, 8º andar, Centro de São Paulo.

Confira mais informações sobre os próximos cursos:

Fundos de Investimento e Gestão de Risco – Conceitos Básicos

Data:  21/10 – Sábado

Horário: das 8h30 às 18h30

Instrutor: Drauzio Ferreira Marques Filho – Administrador de Empresas com MBA e Mestrado em Finanças, Consultor Financeiro e Professor.

Objetivo: Conceituar os fundos de investimento de rendas fixa e variável, demonstrando suas composições, como são apuradas as rentabilidades e quais suas características específicas, e introduzir conhecimentos básicos e caracterizar os diversos tipos de risco e sua regulação específica.

Investimento: Associados e Universitários: R$ 400,00. Outros participantes: R$ 480,00.

Tesouro Direto – Conceito e Investimento

Data:  21/10 – Sábado

Horário: das 9h às 13h

Instrutor: Arthur Vieira de Moraes – Advogado, Especialista em Mercado Financeiro e de Capitais, Executivo Financeiro e Professor.

Objetivo: Conceituar os títulos do Tesouro Direto e capacitar investidores e profissionais de instituições financeiras a atuarem neste segmento de mercado.

Investimento: Associados e Universitários: R$ 300,00. Outros participantes: R$ 360,00. 

Curso intensivo

Preparatório para Exame de Certificação de AAI e Empregados de Instituições Financeiras

Data:  23/10 a 28/10 – de Segunda a Sábado

Horário: das 9h às 19h

Objetivo: Abordar conceitos macroeconômicos, modalidades operacionais e questões técnicas relacionados à atividade, além de apresentar e discutir informações importantes sobre os produtos negociados em bolsa, balcão, nos mercados financeiro e de capitais. Também serão abordados temas sobre gestão de risco e questões tributárias.

Instrutor: Instrutores da ANCORD

Investimento: Associados e Universitários: R$ 1.200,00. Outros participantes: R$ 1.500,00.

As vagas são limitadas e as reservas podem ser feitas por meio do site:

http://www.ancord.org.br/educacionalcertificacoes/educacional/

Para informações, entre em contato com a área educacional da ANCORD pelo e-mail elisabete@ancord.org.br ou pelo telefone (11) 3111.6322.

Startup Lealis ganha mercado apostando em inovação e tecnologia B2B2C

Chatbot Isaac

Com um crescimento acima do esperado para este ano, a Lealis vem ganhando mercado entre as principais startups brasileiras. Com uma atuação completamente focada na necessidade do cliente, a startup destaca-se por oferecer soluções digitais complexas e personalizadas B2B2C, com uma estrutura que apenas as grandes empresas do setor são capazes de oferecer.
A Lealis surgiu da união do trabalho de dois experientes executivos do mercado de TI: Fabio Godoy e João Moretti, especialista em mobilidade corporativa com mais de 20 anos de experiência em mobile. Os dois sócios compartilhavam do mesmo desejo de criar uma startup de inovação. E assim foi criada a Lealis.
Trabalhando com produtos para fidelização, OCR, FR e desenvolvimento de bots, a startup já atende grandes clientes como Suplicy Cafés Especiais, MoveMais e Grupo Prever. Sempre buscando a inovação, a empresa aposta em soluções e serviços como: transformação de processos corporativos, automação no atendimento ao cliente (SAC), automação da força de vendas e serviços de campo, fidelização, hosting, outsorcing de TI e áreas de negócio para sustentação da operação e plataforma de gestão, integração e sincronismo de dispositivos móveis.
Aposta no crescimento 
Com os excelentes números de 2017, a Lealis espera crescer cerca de 40% em 2018, dobrar o seu número de clientes e triplicar o número de pessoas que são atendidas pelas suas soluções, como o chatbot Isaac e o programa de fidelização 99 Pontos.
Equipe especializada
A Lealis destaca-se também pela sua equipe altamente qualificada. São mais de 60 profissionais, vindos das mais importantes universidades do país, com larga experiência e conhecimento em projetos de desenvolvimento de soluções digitais, mobile, bots, AI, interpretação de linguagem natural, blockchain, beacons, entre outras tecnologias disruptivas.
“Desejamos tornar o mundo mais simples, ajudando as empresas a interagirem de maneira mais eficiente com os seus clientes, utilizando o estado-da-arte em soluções inteligentes”, explica João Moretti, diretor da Lealis.
Conheça Isaac: o futuro da interface de interação com o consumidor
Um dos principais produtos da startup é o chatbot Isaac, uma automação para atendimento, campanhas e ações de marketing, capaz de auto-aprender a cada diálogo efetuado. O bot funciona em diferentes sistemas de chat disponíveis, como o Skype, Messenger e redes sociais.
O Isaac realiza o auto-atendimento com respostas imediatas, sem a necessidade de intervenção humana. Seus roteiros de diálogo são pré-definidos para que o usuário receba exatamente a resposta que precisa, sem perder o foco. Para garantir a naturalidade na sua comunicação, a Lealis utiliza a Cortana e o IBM Watson.
Vale destacar que o Isaac também está preparado para o envio de SMS e e-mails. Ele possibilita a validação de dados estruturados dos usuários (como e-mail e telefone), a permite a exibição de conteúdo multimídia (como vídeos, áudios e links para conteúdos externos) e a realização de cálculos e transações.
99 Pontos: Programa de fidelização 100% on-line
O 99 Pontos é um programa de pontuação e fidelização de clientes que permite que cada empresa configure seu programa da maneira que desejar. Funcionando em plataforma web 100% digital, tem uma funcionalidade muito simples e intuitiva. O cliente não precisa de um cartão especial para participar do programa: basta informar o CPF no caixa na hora do pagamento e já recebe os pontos referente à sua compra.
Já fazem parte da plataforma grandes marcas como: Suplicy Cafés Especiais, Burger Lab, Hoken e Restaurante São Francisco.
A empresa que deseja começar seu programa de pontuação com a 99 Pontos precisa criar uma conta na plataforma da Lealis, escolher seu modelo de pontuação para acúmulo e resgate e informar sobre alguma regra especial. O cadastro de novos clientes também acontece pelo site.
Quando o cliente realiza sua compra, basta informar o CPF na hora do pagamento que ele recebe seus pontos automaticamente. Assim que a compra é concluída, o cliente recebe na hora um e-mail e uma notificação via push no seu smartphone, informando seu saldo de pontos. Para isso, não é preciso fazer a instalação de nenhum novo aplicativo. Esse acompanhamento pode ser realizado via Passbook, e-mail ou no site da 99 Pontos.
Para mais informações sobre produtos e soluções da Lealis, entre em contato pelo telefone (11) 3567 -7699 ou acesse o site http://lealis.com.br/.

Após passagens pela Apple, Symantec/Norton e Adobe, executivo estrutura holding de startups

foto beto

Com o propósito de compor o modelo de negócios da holdingABS RealTime Technology – (Analytics Business Solutions RealTime Technology), o executivo brasileiro José Roberto Jacob dos Santos (Beto Santos), 46, deixou o cargo de Diretor Latin America da Adobe System, em setembro/17, para assumir a holding, que controla quatro startups brasileiras.

Com um vasto currículo de mais de 25 anos de experiência na liderança de estratégias de expansão, aumento de receita e gestão de equipes de alta performance em diferentes países, acumulando passagens por empresas como a Apple, Sandisk, Symantec/Norton e Adobe, Beto Santos decidiu encarar o desafio de gerir a holding com foco no mercado latino-americano, em sua primeira etapa.

A ABS RealTime Technology reúne quatro empresas de tecnologia com escritórios no Brasil e Estados Unidos. O executivo, que acumulará a função de CEO, tem como objetivo consolidar as soluções e linhas de produtos, além de estabelecer a estratégia comercial do mercado latino-americano. Já com projetos em andamento nos segmentos bancário, securitário, varejista, tecnologia e indústria tradicional, as startups somam expertises e oferecem soluções para o desenvolvimento de aplicativos, segurança digital, gerenciamento de over-the-top TV e a venda de internet para provedores regionais e nacionais.

“Aproximar o modelo operacional de uma grande empresa ao de uma startup não implica em uma mudança simples, mas é uma tendência que ganha cada vez mais força no mercado global. A ABS reúne tecnologias inovadoras, que têm muita sinergia e podem ser comercializadas separadamente ou integradas. A qualidade dos projetos em andamento e a possibilidade de conexão entre as soluções me impulsionaram a aceitar o convite para estruturar esse novo modelo de negócio”, explica o executivo.

CARRO-CHEFE

À frente da holding está a plataforma real time Powerbiz, uma solução inovadora que utiliza as mais modernas ferramentas de análise e interação para identificar e entender o visitante de um site, relacionar-se com ele e incentivá-lo a interagir, aumentando sua taxa de conversão. O aplicativo combina informações precisas com ações em tempo real, que resultam em mais velocidade e praticidade na entrega de dados.

Reunindo vendedor online, marketing online e atendimento online, o conjunto de tecnologias da plataforma torna a experiência digital do visitante única e personalizada. Com sede no Estado de São Paulo, a empresa conta com uma equipe com cerca de 60 funcionários e projetos em implementação em vários segmentos.

Google, Bosch e AES se reúnem com “Inovadores do Mundo Real”, em evento do CSEM Brasil

unnamed

Adaptar modelos de negócio, importar iniciativas internacionais e se inserir no ecossistema brasileiro de inovação. Foi o que fez o CSEM Brasil, que vai celebrar os seus 10 anos de atuação em um dia de troca de experiências, debate e inspiração no Museu do Amanhã. O evento, chamado “Inovadores do Mundo Real”, no dia 17 de outubro, promoverá o encontro com líderes de grandes empresas, como Google, Bosch, AES, EMBRAPII e Endeavor, para expor suas percepções em relação às oportunidades e aos desafios do processo de inovação tecnológica no Brasil. O objetivo é criar conexões entre diversos setores e instituições, e promover a inovação e a competitividade na indústria brasileira.

“Construímos um centro de pesquisa 100% brasileiro, padrão internacional. Criamos e desenvolvemos soluções a partir da demanda e desafios vivenciados pelos clientes, buscando diferenciação e competitividade. São motivos de sobra para comemorar e fomentar a inovação”, afirma Tiago Alves, presidente do CSEM Brasil. 

Segundo Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, o trabalho do CSEM é mudar as perspectivas do mundo. “No Brasil, o desafio agora é democratizar as tecnologias sustentáveis, para que o país se posicione junto aos demais líderes mundiais que têm esse tema como prioridade”, afirma.

O Museu do Amanhã, por sua natureza, foi o primeiro a adotar a tecnologia. O espaço possui uma árvore de captação solar doada pelo CSEM e revestida com OPV, um material orgânico, capaz de captar a radiação e convertê-la em energia. A OPTree, como foi batizada, é utilizada para carregar dispositivos móveis. “Queremos que o Brasil seja um incentivador de ideias, viabilizando-as e fazendo com que sejam utilizadas”, defende Alves.

A OPTree também está presente em outros locais do país, como na sede da construtora MRV, em Belo Horizonte, e no Largo da Batata, em São Paulo.

Destaques da programação
Além da presença do inventor e visionário Arturo Vittori, serão apresentados cases de sucesso da indústria, mesa redonda sobre inovação com os principais players da área e um panorama sobre inovação no mercado de capitais.

O “Inovadores” traz tudo isso sob uma perspectiva de networking e parcerias estratégicas, entre governo, indústria e centros de pesquisa – a tríplice hélice. Afinal, essa já é uma característica do mercado brasileiro: 54% das companhias nacionais realizam parcerias estratégicas com outras instituições, contra 45% da média internacional.

Tecnologia a serviço da humanidade: Arturo Vittori e Warka Water
Arturo Vittori é um arquiteto visionário, que já trabalhou em projetos da Nasa e da Airbus, além de designer, artista e o inventor de uma tecnologia revolucionária, o Warka Water. Desenvolvido para levar água potável para regiões desertas e carentes, o Warka é uma torre feita de bambu que capta o vapor d’água atmosférico e o torna próprio para consumo. Hoje, ele se se reinventa com uma inovação brasileira: os painéis solares orgânicos do CSEM Brasil, com potencial energético capaz de prover soluções de iluminação, wi-fi, energizar computadores, geladeiras para remédios, projetores usados para aulas, etc. Com Warkas instaladas na Etiópia, o projeto busca ampliar sua atuação em locais como Haiti, Madagascar, Colômbia, Índia, Nepal e muitos outros.

Modelos inovadores: Google Campus e CSEM Suíça
Palestrantes como Andre Barrence, da Google, e Georges Kotrotsios, do CSEM Suíça, traduzem modelos inovadores e comentam sobre sua experiência. Barrence como diretor do Google Campus São Paulo, co-fundador e ex-diretor do SEED, um dos maiores programas de aceleração de startups do país, e Kotrotsios como diretor do CSEM na Suíça, comenta o modelo número 1 em inovação no mundo.

Trajetória e futuro: CSEM Brasil e SUNEW
Tiago Alves, CEO do CSEM Brasil, conta como a empresa atuou com mais de 100 milhões investidos em projetos em seus 10 anos de existência, trabalhando com multinacionais líderes em seus segmentos. O evento ainda traz o case da SUNEW, startup que já nasceu com a maior e mais moderna linha de produção de painéis solares orgânicos (OPV) do mundo. A tecnologia do OPV, desenvolvida pelo CSEM Brasil, é considerada a próxima geração em energia solar, com menor pegada de carbono e potencial para ser 30 vezes mais barata do que os painéis de silício como temos hoje. A sustentabilidade econômica encontra a ambiental nesta palestra, resolvendo grandes problemas através da inovação.

Ecossistema de inovação do Brasil: Mesa redonda e panorama sobre investimentos
A mesa redonda traz nomes como Paulo Rocca, Vice-Presidente da Bosch, Juliano Seabra, Diretor Geral da Endeavor, e Carlos Eduardo Pereira, Diretor de Operações da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), além de profissionais da AES, multinacional do setor de energia, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O tema da inovação no mercado de investimentos é trazido pelo Sócio e CEO da FIR Capital, David Travesso, que já atuou na Vice-Presidência Executiva da CEMIG, como Diretor Executivo da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) e na Vice-Presidência da AES Eletropaulo.

Símbolo de inovação: Museu do Amanhã
O evento ainda conta com uma palestra e uma visita ao Museu do Amanhã, com seu curador Luiz Alberto de Oliveira.

Serviço:
Evento: Inovadores do Mundo Real
Data: 17.10.2017
Horário: 9h às 18h
Local: Museu do Amanhã, Rio de Janeiro (RJ)
Ingresso: Entrada franca/RSVP
Mais informações: https://www.inovadoresdomundoreal.com/

Programação

09:00 – 10:15: Welcome Coffee & Networking
​10:15 – 10:30: Provocação e Origem  |  Tiago Alves (CSEM Brasil)
10:30 – 11:00: Resolvendo Grandes Problemas por Meio da Inovação | (ANPEI) e Irece Kauss (BNDES)
11:00 – 11:30: Inovação e Mercado de Capitais  |  David Travesso (FIR Capital)
​11:30 – 12:00: Traduzindo um Modelo Empresarial Inovador no Contexto Brasil |  André Barrence (Google)

Almoço e Visita ao Museu do Amanhã

14:00 – 14:30: O Amanhã Hoje: O Museu do Amanhã a Partir da Perspectiva de seu Curador  |  Luiz Alberto Oliveira (Museu do Amanhã)
​14:30 – 15:00: O Modelo Suíço de Inovação: Número 1 no Mundo |  Georges Kotrotsios (CSEM Suíça)
​15:00 – 16:30: Mesa Redonda: Inovação 360°  |  Endeavor Brasil, Embrapii, Bosch, AES, CNI
​16:30 – 17:30: Inovação e Sustentabilidade para Mudar o Mundo  |  Arturo Vittori (Nasa, Airbus, Warka Water)
​17:30 – 18:00: Encerramento | Tiago Alves (CSEM Brasil)

CURRÍCULO DOS PALESTRANTES

Arturo Vittorio- Arquiteto italiano, designer e artista. É co-fundador e presidente da Warka Water, diretor do estúdio Architecture and Vision e fundador da marca de moda Culture A Porter. Arturo tem experiência em arquitetura aeroespacial, transferência de tecnologia e sustentabilidade. Formado em arquitetura pela University of Florence, Arturo já trabalhou em empresas como Airbus e Future Systems.

Irece Kauss – Chefe do Departamento responsável pelo fomento, estruturação, avaliação e negociação de contratos e acompanhamento de toda as TICs (Tecnologia da Informação e Conhecimento) brasileiras. Formada em engenharia de produção pela UERJ, tem pós-graduação em Desenvolvimento Econômico e Social pela UFRJ e mestrado em finanças pela PUC-Rio. Trabalhou no setor financeiro e industrial antes de ingressar no BNDES há 13 anos. No BNDES, concentrou sua carreira no apoio ao setor de TI e Telecom.

David Travesso – Sócio e CEO da FIR Capital, atuou na Vice-Presidência Executiva da CEMIG, como Diretor Executivo da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) e na Vice-Presidente da AES Eletropaulo.  Foi membro dos Conselhos de Administração da CEMIG, da Light Serviços de Eletricidade S/A, da AES Eletropaulo, da Eletronet, da Empresa de Geração Tietê,entre outras. É membro do Conselho de Administração de várias empresas e da Fundação Biominas.

Tiago Maranhão Alves – CEO do CSEM Brasil e Sócio da FIR Capital, atuou em empresas de alta tecnologia e inovação como IBM, BellSouth, Claro e ARM. É membro dos Conselhos de Administração da FIR Capital e do Instituto Hartmann Regueira e Presidente do Conselho de Administração da SUNEW. Formou-se em Engenharia Eletrônica pela UFPE, cursou Mestrado em Marketing na UFPE e tem MBA pela Universidade de Cambridge.

Georges Kotrotsios – Diretor e Vice-Presidente de Desenvolvimento de Negócios e Marketing do CSEM (Suíça) e membro do Conselho de Administração do CSEM Brasil. Formado em Engenharia Elétrica pela Aristotle University of Thessaloniki (Grécia), possui  Ph.D. em Optoeletrônica pelo Institut National Polytechnique de Grenoble (França) e MBA em Gestão de Tecnologia pela Universidade de Lausanne (Suíça). É  membro do Conselho da Earto (European Association of Research and Technology Organisations).

André Barrence – Diretor do Google Campus São Paulo, co-fundador e ex-diretor do SEED – Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development, um dos maiores programas de aceleração de startups do país. Além disso, André Barrence foi Diretor Presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo do Estado de Minas Gerais. Graduado em Administração Pública (Fundação João Pinheiro) e Direito (UFMG), Mestre em Gestão e Governança pela London School of Economics and Political Science.

Luiz Alberto Oliveira – Curador do Museu do Amanhã, foi editor científico do Programa “Globo Ciência” e consultor do Canal Futura de Tele-educação. Luiz Alberto Oliveira é professor convidado da Escola de Comunicação da UFRJ, da Escola de Artes Visuais do Rio de Janeiro e da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro. Físico, doutor em Cosmologia e pesquisador do Instituto de Cosmologia, Relatividade e Astrofísica (ICRA-BR) do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF/MCTI).

Carlos Eduardo Pereira – Diretor de Operações da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Carlos Eduardo Pereira é Professor Titular do Departamento de Engenharia Elétrica da UFRGS e membro da Federação Internacional de Controle Automático – IFAC. Graduado em Engenharia Elétrica e mestre em Ciências da Computação, ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS e doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade de Stuttgart da Alemanha.

Juliano Seabra – Diretor Geral da Endeavor, organização que também já ocupou o cargo de diretor de Educação e Pesquisa. Juliano Seabra foi Diretor Executivo da Prospectiva, consultoria especializada em negócios internacionais e políticas públicas. Tem mestrado em administração pública e governo pela FGV-EAESP, é especialista em gestão de negócios e operações pelo Insper e graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP.

Paulo Rocca – Vice-Presidente da Bosch, onde também já atuou como diretor responsável por projetos de soluções integradas para a América Latina. Há mais de 20 anos na empresa, Paulo Rocca foi Vice-Presidente de Compras, Logística, Qualidade e Desenvolvimento de Fornecedores. Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Engineering divulga seu Relatório de Responsabilidade Social Corporativa que aponta a transição para a Transformação Digital

ViewImage

A Engineering – multinacional italiana fornecedora de soluções e serviços de TI – divulgou o seu quarto Relatório de Responsabilidade Social Corporativa. O material tem uma abordagem inovadora, que permite aos stakeholders compreenderem a transição da era da Tecnologia da Informação para a da Transformação Digital e o papel ativo da empresa nos processos de modernização de seu país de origem, a Itália.

O relatório inclui uma seleção de mais de 700 projetos de negócios que mostram como a empresa, com o compromisso de seus 9 mil funcionários, apoia seu país nos âmbitos mais estratégicos (cidade, administração pública e relações públicas, saúde, finanças, telecomunicações, energia e negócios) e em temas centrais, como o meio ambiente, segurança cibernética e inteligência em segurança.
O investimento estratégico da Engineering em capital humano também é confirmado pela implementação do desenvolvimento de habilidades e treinamento de pessoal, que em 2016 correspondeu a 14 mil dias, na Escola de TI & Gestão “Enrico Della Valle”.
Em 2016, a companhia apoiou e promoveu iniciativas e projetos para o crescimento cultural e social de seu País: em âmbito acadêmico-científico, artístico, cultural e social, com impacto local e nacional, colocando à disposição pessoas, expertise e competências tecnológicas, e também colaborando nos projetos para a alfabetização tecnológica.
Empenho, ética, atenção a comunidade e ao meio ambiente são áreas sobre os quais a Engineering está concentrando suas atividades e alguns projetos especiais, como a colaboração com a Socially Made in Italy, voltada para a formação profissional e à reintegração dos detentos de Veneza.
O presidente da Engineering, Michele Cinaglia, destacou: “Adotar os princípios da sustentabilidade para aqueles que, como Engineering, fizeram da inovação seu negócio é um desafio, um objetivo que deve ser perseguido tendo a consciência de que o futuro que estamos buscando terá sentido e se adaptará a humanidade somente se for alcançado seguindo um caminho de desenvolvimento responsável e protegendo o meio ambiente”.
Completam o relatório a introdução do ex-presidente da Engineering, Sergio de Vio, os testemunhos de líderes e stakeholders, e as tendências quantitativas nos âmbitos mais estratégicos para a modernização da Itália.
O Relatório de Responsabilidade Social 2016, publicado na página http://www.eng.it/pt/csr, foi elaborado em conformidade com a “Core Option” das novas “Diretrizes de Relatório de Sustentabilidade G4”, publicado pela Global Reporting Initiative (GRI).
Sobre a Engineering
Com 50 escritórios distribuídos pela Itália, Alemanha, Espanha, Bélgica, República da Sérvia, América do Sul (Brasil e Argentina) e Estados Unidos, a Engineering tem presença consolidada em todos os mercados verticais e opera principalmente em cinco unidades de negócios: Telecomunicações, Indústria & Serviços, Finanças, Transporte & Trânsito e Administração Pública. Possui ainda centros de competência transversais, orientadas pela Direção de Pesquisa & Inovação que tem o duplo papel de promover a pesquisa no software em nível internacional e transferir a inovação para o ciclo produtivo das estruturas de business.
O Grupo reforçou sua presença no âmbito Managed Operations com uma rede integrada de 4 Data Center (em Pont-Saint-Martin, Milão, Turim e Vicenza) predispostos para o fornecimento de serviços finalizados à business continuity e à gestão das infraestruturas IT.
A Engineering do Brasil está presente em nosso país desde 2008, tem mais de 150 grandes clientes em diversas áreas de atuação. Com mais de 600 colaboradores e seis cidades e busca se tornar a maior referência do mercado em Transformação Digital. Conheça nossa empresa no site: http://www.engdb.com.br/

Blockchain View reúne mais de 30 especialistas para debater aplicações e o futuro desta tecnologia

catarino2

No próximo dia 19 de outubro, São Paulo recebe o Blockchain View, considerado o principal evento sobre o tema. Promovido pela Cantarino Brasileiro, a segunda edição do evento, que ocorre entre as 8h e 18h, no Hotel Meliá Paulista, reunirá mais de 30 especialistas para debater a aplicação do blockchain em diversas áreas, aspectos regulatórios, criptomoedas, desafios desta tecnologia e o seu futuro.

Para proporcionar uma experiência prática com o blockchain, todos os inscritos receberão certificado de participação com registro na tecnologia, por meio de uma solução desenvolvida pela A Star. Para ilustrar ainda mais as diversas possibilidades que a tecnologia permite, o evento apresentará cases como Meu Diploma, na área de educação, da plataforma de vídeo Paratii, a organização colaborativa Próspera, o e-social da Build Up, serviços notoriais e iniciativas sociais.

Regina Crespo, curadora do Blockchain View, explica que a programação foi organizada de forma a levar um conteúdo robusto e completo para todos os participantes. “O evento terá início com uma palestra que abordará a perspectiva de  como a tecnologia irá dominar a cena nos próximos anos. A partir dessa introdução, mais de 30 especialistas passarão pelo congresso para trocar informações com o público. É uma ótima  oportunidade para gerar novos contatos, além de ampliar o conhecimento sobre o assunto”, ressalta.

Entre os patrocinadores do Blockchain View está a Microsoft,  que desde 2015 possui a plataforma de Blockchain como serviços (BaaS, sigla em inglês) no Azure, nuvem pública da empresa.  Por meio dela, empresas dos mais diversos segmentos podem criar laboratório próprio de testes em blockchain.

Initial Coin Offering (ICO)

Um dos destaques do Blockchain View será a palestra e o painel que abordarão a onda dos ICOs. Edilson Osório, fundador da OriginalMy.com, é o convidado para moderar o painel “ICO vs Crowdfunding vs Token – diferenças e semelhanças”, que contará com participação do Alexandre Garcia da eGenius, Paulo Perez da Bossa Nova, Marcelo Miranda da Finchain e Paschoal Baptista da Deloitte.

“Sempre participo do evento, geralmente em painéis, e a experiência é sempre muito bacana. O Blockchain View é muito interessante por tratar de um assunto novo e de bastante relevância no mercado, principalmente para quem atua no meio financeiro”, ressalta Edilson.

Além do painel, também consta na programação do evento uma palestra com Diego Perez, da Blockchain Hub, que explicará o que é e como funciona os ICO’s e outra com Jorge Casara da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que discutirá seus aspectos regulatórios.

Blockchain no setor público

Nathalia Nicoletti, desenvolvedora de negócios da A Star, será a mediadora do painel “Os desafios do Blockchain no setor público”, que tem participação confirmada de membros de orgãos públicos, como a ANAC, SERPRO e do Governo Estadual de São Paulo. “A ideia é que cada um conte sobre a perspectativa de adoção da tecnologia Blockchain nos órgãos, como estão implementando ou se estão estudando a implementação, entender as dificuldades, quais são os pontos de atenção e as oportunidades de aplicações”, ressalta Nathalia.

Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro, ressalta que o evento também irá falar sobre Bitcoin, Bitcoin Cash, Ether, Dash e outras criptomoedas, sob aspectos de investimentos, riscos, oportunidades, além de como a legislação brasileira aborda as moedas digitais. “O evento está completo, com palestras, painéis e cases distribuídos ao longo do dia para auxiliar as empresas a compreenderem a importância dessas tecnologias, o quanto elas são disruptivas e como elas podem transformar o negócio, quando usadas da maneira correta”, finaliza.

Anote em sua agenda
Blockchain View
Data: 19 de outubro
Horário: 8h30 às 18h
Local: Hotel Meliá Paulista
Endereço: Avenida Paulista, 2181, Consolação, São Paulo
Mais informações: http://blockchainview.com.br/